Saiba como limpar a água turva da piscina

A água turva afasta qualquer banhista da piscina. Isso porque todo mundo espera uma água higienizada e cristalina para nadar e se divertir, não é mesmo?!
Sem contar que a sujeira acumulada ali pode causar inúmeros problemas de saúde, além de afetar a estética da área de lazer. Ou seja, é preciso tratar o problema o quanto antes.
Quer saber como limpar água turva da piscina? Então confira essas dicas e coloque-as em prática da maneira correta para um resultado satisfatório!

Lave ou substitua o filtro

O filtro serve para purificar a água da piscina, mas também retém algumas partículas que contribuem para deixá-la turva. Sendo assim, o primeiro passo para limpar a água turva da piscina é lavar ou substituir esse acessório.
Essa providência deve ser realizada periodicamente, como uma etapa da manutenção geral do espaço. A limpeza ou substituição também garantem um funcionamento melhor do equipamento e alivia o esforço de trabalho, fazendo com que ele dure mais.

Equilibre o pH da água

O segundo passo para limpar a água turva da piscina é equilibrar seu pH. O ideal é que ele se mantenha sempre entre os níveis 7,2 e 7,6. Como um desregulamento pode acontecer, faça uma verificação sempre que possível.
A correção é importante para que o cloro atue de maneira correta. Assim, ele reage com os detritos nocivos, faz com que eles passem por oxidação e garante a água sempre limpa e apresentável.

Faça a manutenção adequada

Agora, é hora de limpar profundamente o tanque da piscina e eliminar de vez a água turva. Os equipamentos da casa de máquinas devem passar por uma vistoria completa para retirada de detritos.
A piscina, por sua vez, deve ser escovada e aspirada. Limpe também as bordas com o produto específico e corrija, além do pH já indicado anteriormente, a alcalinidade.
Por fim, aplique o cloro. Para continuar a ter a água cristalina, estabeleça um cronograma para seguir e faça essas tarefas com bastante disciplina.

Se necessário, realize a supercloração

Em casos muito extremos, limpar a água turva da piscina só será possível se você realizar a supercloração após todos esses processos. Isso significa providenciar doses extras de cloro para intensificar sua ação e fazer com que o problema acabe mais rapidamente.
É importante calcular bem a dose e não exagerar. Do contrário, a água continuará imprópria para uso, já que o cloro pode afetar a pele, os olhos e os cabelos dos frequentadores da piscina.
Viu só? Não existe segredo para eliminar de vez o aspecto feio e nada saudável de uma piscina turva. Cuide do filtro, mantenha o pH equilibrado e lembre-se de manter a manutenção periódica em dia, pois é ela a responsável por uma limpeza duradoura do seu espaço favorito da casa.
Gostou das dicas para manter sua piscina bem limpinha? Quer mais opções? Então confira as vantagens de utilizar um aspirador de piscina na hora da limpeza da água!